A "anormalidade" já não é o que era...

Atualizado: Mai 2


Uma entrevista de Stephen Colbert ao Prof. Nassir Ghaemi, fez-me reflectir e verificar que o conceito de "saúde mental" e "anormalidade" continuam felizmente a evoluir, a par da evolução da própria ciência médica e da sociedade em que esta se insere.

(Clique aqui para ver o vídeo da entrevista de Stephen Colbert ao Prof. Ghaemi)

Se há “anormalidades boas” estas serão mesmo “anormalidades”? Os depressivos são mais empáticos e têm uma maior noção da realidade que os maníacos ou hipertímicos onde floresce a criatividade, diz Ghaemi. Cada vez mais, ao longo do tempo, se vai desconstruindo o antigo e obsoleto conceito de “pessoa normal”, como aquela que não regista qualquer psicopatologia, para um novo conceito, mais complexo e abrangente, onde a presença de psicopatologia não é necessariamente sinónimo de anomalia ou doença, podendo ser até, em certos casos e em certas circunstâncias, adaptativa e tornar os seus portadores mais “aptos” que as pessoas ditas normais. É o caso clássico dos controladores de tráfego aéreo e dos seus traços obsessivos adaptativos que zelam pela nossa segurança quando voamos.

Outro conceito em voga é que a psicopatologia é normal desde que não induza sofrimento ao seu portador. Como se o “sofrimento”, estando presente, significasse automaticamente “doença” ou “anormalidade”.

Aparentemente consensual é que a psicopatologia é sinal de doença desde que induza compromisso funcional importante – quando impede a pessoa de conseguir trabalhar e funcionar, ganhar o seu sustento e viver com qualidade de vida.

Mas até esta formulação pode ser questionada.

Então em que ficamos?

A "anormalidade" já não é que era…


João Parente – Médico Psiquiatra e Psicoterapeuta

Lisboa - Carcavelos - Cascais - Amadora - Sintra

#nassirghaemi #psicopatologia #doença #anomalia #anormalidade #normalidade #criatividade #maníaco #deprimido #conceitodesaúdemental

18 visualizações

Consultas de Psiquiatria e Psicoterapia - Lisboa - Amadora - Cascais - Sintra

Consultas Presenciais e por Video-Chamada - Whatsapp, FaceTime, Skype e Zoom

         Contactos
  Nas redes sociais

Telefones:       211-929-428 (Lisboa)

                               214-580-469 (Carcavelos)

                          

Email :  joaoparente.psi@gmail.com



 

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon

Dr. João Parente - Médico Psiquiatra e Psicoterapeuta - Cascais - Carcavelos - Lisboa